Trabalhamos para melhorar o transporte público e a qualidade do ar e oferecer novos meios de pagamento

Tamanho da letra:

  • ViaQuatro
    A ViaQuatro é a concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 4-Amarela de metrô de São Paulo, o primeiro contrato de Parceria Público-Privada assinado no país. É reconhecida pelo alto nível tecnológico de seu sistema automatizado (driverless) e elevado grau de satisfação de seus usuários. A concessionária já investiu US$ 450 milhões entre sistemas, equipamentos e trens. São 14 (84 carros) para a primeira fase do projeto e até 15 (90 carros) para a segunda fase. Ao longo dos 30 anos de operação, a ViaQuatro investirá mais de US$ 2 bilhões. A primeira fase da linha, com seis estações – Luz, República, Paulista, Faria Lima, Pinheiros e Butantã – está finalizada. Também está em funcionamento a Estação Fradique Coutinho, que integra a segunda fase. Quando estiver concluída, a linha terá 12,8 quilômetros de extensão e 11 estações, ligando a Estação Luz, no centro da cidade, ao bairro de Vila Sônia, na zona Oeste.
    Acesse o Site
  • CCR Barcas
    A CCR Barcas é a única concessionária de serviços públicos dedicada à operação de transporte de massa no modal aquaviário, com direito de atuação no Estado do Rio de Janeiro. Atualmente, é a quarta maior operação de transporte aquaviário de passageiros no mundo, navegando cerca de 745 mil quilômetros por ano e transportando, em média, 90 mil passageiros por dia. A concessionária tem 19 embarcações, 830 colaboradores e opera seis linhas em cinco estações e três pontos de atracação. As embarcações transportam 25 milhões de passageiros por ano. A CCR Barcas opera com cinco estações: Praça XV, Praça Araribóia, Cocotá, Paquetá e Charitas. Na Divisão Sul, 3 pontos de atracação fazem parte da operação nas linhas que servem à Ilha Grande (Abraão), Mangaratiba e Angra dos Reis.
    Acesse o Site
  • VLT Carioca
    O Grupo CCR é o principal acionista da Parceria Público-Privada composta para administrar o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) do Rio. O VLT Carioca permite a interligação da Região Portuária ao centro financeiro da capital e ao aeroporto Santos Dumont de forma mais rápida e segura. Serão 28 quilômetros de vias interligadas com metrô, trem metropolitano, barcas, teleférico, BRT e à rede de ônibus municipais e intermunicipais. Integrado à operação urbana Porto Maravilha, o VLT Carioca utilizar uma inovadora tecnologia em que o abastecimento de energia elétrica é feito pelo solo, dispensando totalmente as catenárias, que são os cabos suspensos para captação de energia.
    Acesse o Site
  • CCR Metrô Bahia
    O Grupo CCR venceu, em 2013, o processo de licitação organizado pelo Governo do Estado da Bahia para o Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas. A CCR Metrô Bahia é responsável pela construção, manutenção e operação do Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas, por um período de 30 anos, através de uma Parceria Público-Privada (PPP), com investimentos na ordem de R$ 5,6 bilhões. Além de ter sido o sistema metroviário que mais cresceu no país nos últimos anos - gerando cerca de oito mil empregos no auge das obras - quando concluído, alcançará o posto de terceiro maior metrô do Brasil. A expectativa é que 500 mil passageiros utilizem o modal por dia. Atualmente, a concessionária opera duas linhas, com 33 quilômetros de extensão, 20 estações e 6 terminais de integração com ônibus. Em 2017, todo o sistema metroviário conquistou a certificação de qualidade ISO 9001. Com o início da operação comercial da Estação Aeroporto, Salvador tornou-se a segunda cidade brasileira a ter o modal interligando o Centro da capital baiana ao Aeroporto. O contrato de concessão prevê ainda a expansão da Linha 1 até Águas Claras/Cajazeiras e, da Linha 2, até Lauro de Freitas, totalizando 42 quilômetros de extensão, 23 estações e 10 terminais de ônibus integrados.
    Acesse o Site
  • ViaMobilidade
    A ViaMobilidade é a concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 5-Lilás de metrô e da Linha 17-Ouro de monotrilho de São Paulo. O contrato assinado em 5 de abril de 2018 permite à concessionária a operação e manutenção das duas linhas por 20 anos, prorrogáveis por mais 10 anos.​​​ O contrato de concessão, assinado com o Governo do Estado de São Paulo, contempla investimentos de mais de R$ 3 bilhões em manutenção, conservação, melhorias, requalificação, adequação e expansão das linhas ao longo desses 20 anos. Ao todo, o projeto prevê 25 estações, sendo 17 na Linha 5-Lilás de metrô e 8 na Linha 17-Ouro de monotrilho, totalizando 27,8 quilômetros de trilhos.
    Acesse o Site